26 novembro 2009

Bal Onirique - Biografia


Bal Onirique é uma banda de Gothic Rock do Porto,Portugal formados em meados de 2005.
A natureza do quinteto Bal Onirique é composta por: P.A na voz; David Teves na guitarra, Francisco no Baixo, Jorge na guitarra e Alberto na bateria. O resultado desta união converteu-se com a entrada em estúdio em meados da Primavera de 2006 para gravar Jadis et Naguère e Slow Lane, temas esses que tiveram a preciosa colaboração de Gonçalo Vasco (Rádio Universitária de Coimbra - 1978) na gravação e David Reis (ex. Trauma e Phantom Vision) na posterior produção.

Herdeiros do Goth da velha urbe, os BAL ONIRIQUE terão como imagem na sua actuação uma viagem entre o sagrado e o profano, um misto fragmentário de ódios, amores profundos, paixões e erotismo, loucura, obsessão e morte, influenciados por momentos e reflexos aqui e ali pintados com paleta simbólica fin de siècle e reminiscências orientalistas.
E eis que o canto da noite ressoará pela eternidade, através das palavras dos poetas da transgressão…
Reza a história que embrulhados na cortina de fumo, do tecido underground Portuense, despontaram os Bal Onirique… o ano e a hora destes novos inquilinos vestidos com a cor do desejo sacro-profano é um mistério que continuará guardado algures nos anéis da noite e dos tempos.
Sabido é, que o nome Bal Onirique advém do desfolhar das páginas de um livro da Vida e Obra do Eterno Salvador Dali, que faz alusão à pretensa celebração de um baile surrealista, decorria então o ano de 1934. O famoso Dream Betrayal (Bal Onirique) foi organizado por Caresse Crosby nos EUA em honra de Dali antes da partida deste para a velha Europa. A descrição dos cenários e dos ambientes despertaram no corpo e na alma do grupo, um acumulado de sublimados devaneios Dalinianos, de "loucas" e surreais desenvolturas inerentes e comuns aos gostos celebrados por cada membro, resultando de imediato numa das suas principais fontes de inspiração artístico-poética, quer na temática dos seus textos onde a arte, a literatura é uma forte componente mágico-teatral ganhando uma expressão angular e evasiva quer no universo imagético-surreal da sua música, esta sempre direccionada a incorporar nos abismos espirituais e a despertar os abismos do nosso próprio subconsciente onde o Amor e a Morte vivem sempre numa constante metamorfose simbólica. Aliado a isso contracenam com uma ambiguidade estética nitidamente influenciada ora pelos arquétipos do dandaismo dos finais do Século XIX, ora por uma roupagem mais densa e negra, esta de cariz mais goth.
Jadis et Naguère (Antes e Depois / Outrora e Recentemente) é acima de tudo uma Ode apaixonada que espelha o ardor quimérico, impulsivo e libertino de uma das mais tempestuosas paixões de sempre: Verlaine e Rimbaud - dois amantes do crepúsculo, duas estrelas arabescas, dois dos mais belos poetas que comandavam os céus nocturnos.


Jadis Et Naguère(File MP3)2007

01 Jadis Et Naguère




www.myspace.com/balonirique

2 comentários:

  1. Exelente este blog!

    Curti!o concerto de Bal Onirique no Hard club, são os fans de uma extinta banda dos 90 que não conhecia Capela das almas., venha mais!!!

    ResponderEliminar
  2. Foi muito bom....tambem estive lá no Hard Club,grande concerto de ambas as bandas ;)

    ResponderEliminar

Prazeres Ocultos Banner Link-Me