22 outubro 2009

The Sisters Of Mercy - Biografia - Discografia


The Sisters of Mercy,a mitica banda inglesa começa em 1980 com Andrew Eldritch. O jovem era estudante de Letras (francês, alemão, italiano, galês, latim, russo e chinês) além de literatura francesa e alemã em Oxford. Andrew mudou-se para Leeds com o objetivo de estudar Chinês e Ciência Política. Foi morar num apartamento que ficava sobre uma farmácia da cidade.Casualmente, encontrou uma bateria abandonada no porão da farmácia e decidiu estudar o instrumento por conta própria. Pouco tempo depois Andrew conheceu Gary Marx e descobriram que, além de morarem próximos um do outro, cultivavam as mesmas tendências musicais. Decidiram formar uma banda.
O nome The Sisters of Mercy foi escolhido a partir de uma música de Leonard Cohen, Sisters of Mercy. A música de Cohen fazia referência a um grupo de freiras católicas. Porém, esta letra é interpretativa e pode também fazer alusão às prostitutas. Ao escolherem este nome, Andrew e Gary interpretaram a segunda opção. Segundo Andrew, o comportamento das bandas de rock daquela época poderia ser associado à atividade das prostitutas. O nome The Sisters of Mercy seria uma ótima metáfora para a situação.
Inicialmente, a banda era formada apenas pela dupla Andrew e Gary. Com esta formação, de modo precário e com poucos recursos financeiros, a dupla gravou o primeiro trabalho. O single Damage Done foi lançado pelo próprio selo do grupo, Merciful Release. Não havia interesse das gravadoras e o recurso de criar um selo era mais viável. Este single trazia apenas três faixas, The Damage Done, Watch e Home of the Hitmen, foram prensadas 1000 cópias.
Apesar de soar cru, Damage Done já trazia as características que consagrariam a banda no futuro: bateria seca, baixo hipnótico, atmosfera opressiva, guitarras distorcidas e voz cavernosa.O single teve uma venda ínfima. Mas a dupla não desistiu.
No início de 1981, Andrew assume o vocal da banda e coloca uma bateria eletrônica, o famoso Doktor Avalanche. Além disso, Craig Adams (baixo) é convidado para integrar a banda e iniciar as apresentações ao vivo. A primeira apresentação ocorreu em fevereiro deste mesmo ano. Apesar do desentrosamento musical e das péssimas condições de som, os The Sisters of Mercy foram aplaudidos. No final do ano, Benn Gun é recrutado como segundo guitarrista. Os covers dessa época já denunciavam as influências da banda: The Stooges, Velvet Underground, Rolling Stones e o próprio Leonard Cohen.
Com a formação mantida, a banda grava o segundo single, Body Electric, no qual está a clássica Adrenochrome. Este trabalho foi criticado pela imprensa local que o classificou como "voodoo-rock", mas foi bem aceito pelo público que começava a tomar conhecimento dos The Sisters of Mercy. No decorrer do ano, a banda faz apresentações ao lado de Psychedelic Furs e é convidada a tocar na emissora BBC. Em novembro, dá início as gravações do terceiro single, Alice, com as faixas Alice e Floorshow.
Em 1983, os The Sisters of Mercy dao continuidade à turnê e em março lançam o single Anaconda. Segue-se o lançamento do EP The Reptile House. A popularidade cresce e inicia-se uma turnê européia. Até que surge o primeiro concerto nos Estados Unidos e a oportunidade de gravar num estúdio sofisticado. Assim nasce o aclamado EP Temple of Love.
No ano seguinte, Benn Gun deixa a formação e é substituído por Wayne Hussey, ex-músico dos Dead or Alive. Nesta mesma época, a banda assina contrato com a gravadora Elektra, um dos "tentáculos" da poderosa Warner. As apresentações seguem-se em diversos pontos da Europa e América. Outros singles são lançados e contribuem muito para a popularidade que crescia constantemente. Neste momento, os jovens ingleses dão início à preparação do primeiro álbum.
O primeiro álbum oficial foi lançado em 1985. First and Last and Always é para muitos fãs, o melhor trabalho dos The Sisters of Mercy, incluindo a melhor formação que a banda já teve na sua história. Neste trabalho, Wayne destacou-se como principal compositor. Mas Andrew ainda era o mentor.
A partir deste momento, a banda entra numa fase muito atribulada. Na turnê de divulgação do disco, Gary e Andrew desentendem-se e Gary abandona a formação. Ainda, Wayne e Andrew, passam a disputar espaço. As composições de Wayne não agradam a Andrew e as divergências pessoais e musicais intensificam-se e tornam-se insuportáveis. Dessa forma, na última data da turnê, no concerto do Royal Albert Hall, em Londres, Andrew despede-se do público e tudo indica que, naquele momento, terminava a trajetória dos The Sisters of Mercy.
Sobre as divergências, Andrew chegou a declarar para a imprensa: "Eles me perguntaram: O que vamos fazer pelas novas canções? Eu disse: Que tal isto, isto e isto? Mas, infelizmente, o primeiro ‘isto’ que eu citei tinha muitos acordes por minuto e Craig não quis tocá-lo". Hussey também disse: "A maioria das canções que estamos tocando no The Mission são canções rejeitadas por Eldritch para o segundo álbum dos Sisters. Isso é irônico, porque atualmente ele vê nossos concertos e me diz o quanto boas elas são".
Após este fato, transcorreram-se cinco anos de rivalidade e disputas jurídicas. Em princípio ambas as partes concordaram que não usariam o nome The Sisters Of Mercy. Porém, Hussey e o baixista Graig Adams deram continuidade na carreira e gravaram algumas demos que não obtiveram sucesso entre as gravadoras. Assim, a dupla decide usar um nome que, de certa forma, os associassem aos The Sisters of Mercy.
O nome escolhido era The Sisterhood e a dupla chegou, algumas vezes, a apresentar-se ao vivo. Por outro lado, Andrew Eldritch sentiu-se lesado ao ver que o antigo companheiro havia "quebrado o acordo de cavalheiros". Além disso, Sisterhood também era o nome do clube de fans dos The Sisters of Mercy. Assim, Andrew rapidamente registrou o nome e em seguida lançou um single, Givin Ground, e um álbum, Gift (Veneno, em alemão), no qual se encarregou apenas da programação eletrônica. Este trabalho contou com alguns convidados como Patrícia Morrison (que chegou a compor uma formação dos The Sisters), Alan Veja, Lucas Fox e James Ray. A disputa pelo nome terminou nos tribunais e a dupla Hussey e Graig teve de batizar a sua nova banda como The Mission.
A banda The Sisters of Mercy com sua nova formação, com Andrew, a baixista Patricia Morrison e Doktor Avalnche, voltou ao activo em 1987, com o álbum Floodland. Com um estilo diferenciado dos anteriores, este disco teve clássicos como Dominion, Mother Rússia e This Corrosion, que chegaram a ocupar as primeiras posições nas tabelas de sucessos norte-americana. Ainda foram incluídas como bônus, Torch e Colours, originalmente lançadas em Gift. Mas a faixa de maior destaque foi 1959 (ano de nascimento de Andrew Eldritch). Esta música foi uma sugestão de uma fã a Andrew, de compor uma balada de voz e piano.
Em 1988, são lançados dois singles: Dominion e Lucretia My Reflection. O álbum Floodland vende mais de 200 mil cópias na América. No ano de 1990 ocorreu o lançamento de Vision Thing. Este disco é definido como o encontro do Gothic Rock com o Hard Rock. Um dos destaques deste trabalho é a penúltima faixa, More. Nesta época, a formação era, além de Andrew e Doktor Avalanche, Tim Bricheno (guitarra), Andréas Bruhn (guitarra) e Tony James (baixo). Foi com esta formação neste mesmo ano que a banda apresentou-se no Brasil, passando por Porto Alegre, Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo.
Logo após o lançamento do álbum e a turnê, os The Sisters of Mercy entram em conflito com a gravadora. Nos anos seguintes foram lançadas apenas duas coletâneas: Some Girls Wander By Mistake e A Slight Case of Overbombing, esta no estilo "Grandes Sucessos", que também incluía a inédita Under The Gun, faixa que originalmente faria parte da trilha sonora do filme O Corvo. A banda segue em turnê e alguns integrantes criam projetos paralelos.
Nesta época, Andrew declarou que um novo trabalho seria feito apenas quando o embate com a gravadora estivesse concluído. Mas o contrato exigia que mais um disco fosse lançado. Após cinco anos de disputa encontrou-se um acordo e foi lançado em 1997 o Screw Shareholder Value: Go Figure (SSV). Andrew definiu o estilo como "música eletrônica sem bateria". Este disco foi propositalmente mal feito com a intenção de cumprir e encerrar o contrato com a gravadora.
Nas excursões mais recentes, surgiram novas músicas como Romeo Down, Summer, Will I Dream, (We are the same) e Suzanne, que podem compor um novo lançamento. Mas, por enquanto, são apenas rumores. Atualmente, a formação é Andrew Eldritch (vocais), Adam Pearson (guitarra e backing vocals), Chris Sheehan (guitarra e backing vocals) e o inabalável Doktor Avalanche (bateria).
Em 29 anos de carreira, a banda atravessou diversas fases distintas com formações variadas. Por isso, torna-se difícil incluir os The Sisters of Mercy dentro de um rótulo musical ou enquadrá-los e associá-los a uma determinada época. Mas, devido ao som atmosférico, das referências sombrias aos rituais e símbolos esotéricos, alguns consideram o SoM como uma típica banda gótica dos anos 80. No entanto, cabe aos fãs e leigos cultuarem uma das mais prósperas bandas que surgiu nas últimas décadas.
Na minha opiniao,a melhor de todas(Morcego)


The Damage Done(single)1980

01 The Damage Done
02 Watch
03 Home Of The Hitmen


Alice(single)1982

01 Alice 3:34
02 Floorshow 3:40


Body Electric(Single)1982

01 Body Electric
02 drenochrome


Anaconda/Phantom(Single)1983

01 Anaconda 4:06
02 Phantom 7:12


Temple Of Love(Single)1983

01 Temple Of Love (Extended Version) 7:44
02 Heartland 4:48
03 Gimme Shelter 5:59


The Reptile House(EP)1983

01 Kiss The Carpet 5:55
02 Lights 5:51
03 Valentine 4:44
04 Fix 3:42
05 Burn 4:50
06 Kiss The Carpet (Reprise) 0:36


Body And Soul(EP)1984

01 Body And Soul 3:34
02 Body Electric 4:38
03 Train 2:36
04 Afterhours 7:25


Walk Away(Single)1984

01 Walk Away 3:20
02 Poison Door 3:40
03 On The Wire 4:18


First And Last And Always(1985)

01 Black Planet 4:27
02 Walk Away 3:20
03 No Time To Cry 3:54
04 A Rock And A Hard Place 3:36
05 Marian (Version) 5:37
06 First And Last And Always 3:58
07 Possession 4:36
08 Nine While Nine 4:07
09 Logic 4:46
10 Some Kind Of Stranger 7:16


No Time To Cry(Single)1985

01 No Time To Cry 3:58
02 Blood Money 3:10
03 Bury Me Deep 4:40


Floodland(1987)

01 Dominion/Mother Russia 7:01
02 Flood I 6:23
03 Lucretia My Reflection 4:57
04 1959 4:14
05 This Corrosion 10:55
06 Flood II 6:47
07 Driven Like The Snow 6:28
08 Never Land (A Fragment) 2:58


Lucretia My Reflection(Single)1987

01 Lucretia My Reflection 9:52
02 Long Train (1984) 7:25


This Corrosion(Single)1987

01 This Corrosion 8:37
02 Torch 3:50
03 Colours 7:13


Dominion(Single)1988

01 Dominion 5:06
02 Untitled 3:36
03 Sandstorm 1:46
04 Emma 6:23


Doctor Jeep(Single)1990

01 Doctor Jeep (Radio Edit) 3:03
02 Doctor Jeep (Extended Version) 8:59
03 Knocking On Heaven's Door (Live Bootleg Recording) 6:53


More(Single)1990

01 More 4:37
02 More (Extended Version) 8:30
03 You Could Be The One 3:59


Vision Thing(1990)

01 Vision Thing 4:36
02 Ribbons 5:25
03 Detonation Boulevard 3:49
04 Something Fast 4:36
05 When You Don't See Me 4:51
06 Doctor Jeep 4:39
07 More 8:22
08 I Was Wrong 6:03


When You Don't See Me(Single)1990

01 When You Don't See Me (Remix) 4:46
02 Ribbons (Live) 4:26
03 Something Fast (Live) 3:02


I Was Wrong(Single)1991

01 I Was Wrong 3:12
02 Andrew Eldritch Talks With Danny Fields 32:52
03 I Was Wrong 6:03


Some Girls Wander By Mistake(1992)

01 Alice 3:34
02 Floorshow 3:40
03 Phantom 7:10
04 1969 2:45
05 Kiss The Carpet 5:55
06 Lights 5:51
07 Valentine 4:44
08 Fix 3:41
09 Burn 4:49
10 Kiss The Carpet (Reprise) 0:36
11 Temple Of Love (Extended Version) 7:42
12 Heartland 4:47
13 Gimme Shelter 5:57
14 The Damage Done 3:03
15 Watch 3:11
16 Home Of The Hit-Men 0:34
17 Body Electric 4:18
18 Adrenochrome 2:57
19 Anaconda 4:06


A Slight Case Of Overbombing(1993)

01 Under The Gun 5:41
02 Temple Of Love (1992) 8:05
03 Vision Thing 7:33
04 Detonation Boulevard 3:48
05 Doctor Jeep 3:00
06 More 8:23
07 Lucretia My Reflection 8:43
08 Dominion / Mother Russia 7:01
09 This Corrosion 10:16
10 No Time To Cry 3:56
11 Walk Away 3:22
12 Body And Soul 3:30


Under The Gun(Single)1993

01 Under The Gun (Metropolis Mix) 6:18
02 Alice (1993) 3:57
03 Under The Gun (Jutland Mix) 6:21


Merciful Release(2007)

First And Last And Always
01 Black Planet
02 Walk Away
03 No Time To Cry
04 A Rock And A Hard Place
05 Marian (Version)
06 First And Last And Always
07 Possession
08 Nine While Nine
09 Amphetamine Logic
10 Some Kind Of Stranger
Additional Tracks
11 Poison Door
12 On The Wire
13 Blood Money
14 Bury Me Deep
15 Long Train
16 Some Kind Of Stranger (Early)
Floodland
01 Dominion / Mother Russia
02 Flood I
03 Lucretia My Reflection
04 1959
05 This Corrosion
06 Flood II
07 Driven Like The Snow
08 Never Land (A Fragment)
Additional Tracks
09 Torch
10 Colours
11 Never Land (Full Length)
12 Emma
Vision Thing
01 Vision Thing
02 Ribbons
03 Detonation Boulevard
04 Something Fast
05 When You Don't See Me
06 Doctor Jeep
07 More
08 I Was Wrong
Additional Tracks
09 You Could Be The One
10 When You Don't See Me (Remix)
11 Doctor Jeep (Extended Version)
12 Ribbons (Live)
13 Something Fast (Live)


1 comentário:

  1. eu gosto de sisters, a sério. são uma banda com um legado enorme na cena gótica mundial, mas penso que também têm uma grande dose de hipocrisia, já que actualmente têm uma postura diferente onde viraram costas ao movimento que os fez crescer. e que me dizes de andarem ainda na estrada sem lançarem um álbum novo à imensos anos? não sei se faz muito sentido, é explorar ao máximo o nome, o legado e a máquina de fazer dinheiro. hoje o anuncio de um concerto dos sisters of mercy por terras lusas já não me faz vibrar... passa-me ao lado. e é pena, porque gosto de ouvir o firls, last and allways, floodland e vision thing.

    outra coisa... the sisterhood não foi projecto do eldtritch? fiquei confuso ao ler o texto ;)
    pois, também sabia dessa do under the gun, mas depois da trágica porte do Brandon Lee, não podia, certo (under the gun, duh!)

    SSV é bom! ;) looool

    e boa escolha para a música em destaque. é o nome da minha filha... e o nome vem precisamente dessa música! ;)

    ps.: links para dw, há? ;)

    grande abraço!

    \\W

    ResponderEliminar

Prazeres Ocultos Banner Link-Me